terça-feira, 10 de maio de 2011

Sogra de Bin Laden foi atrás dele

A mãe da primeira esposa de Osama bin Laden sofreu um derrame cerebral e morreu após receber a notícia da morte do genro.

Nabiha Al Ghanem desmaiou após o anúncio da morte do fundador da Al Qaeda, executado no Paquistão pelas forças especiais americanas no dia 2 de maio. A sogra de cerca de 70 anos de idade faleceu pouco depois "devido a um acidente vascular cerebral" em um hospital de Latakia, na Síria.

Osama bin Laden casou-se com a filha de Najwa e teve 11 descendentes. Najwa Al Ghanem saiu do Afeganistão poucos dias antes do ataque de 11 de setembro e 2001 e atualmente mora na Síria. Três das mulheres de Bin Laden e uma dezena de filhos foram morar com ele na casa de Abbottabad, no Paquistão, onde ele foi morto.

domingo, 8 de maio de 2011

Sarkozy está mal na foto

Da Reuters.


O presidente francês, Nicolas Sarkozy, não chegaria ao segundo turno da eleição presidencial de 2012 se enfrentasse o potencial candidato socialista Dominique Strauss-Kahn no primeiro turno, aponta uma pesquisa de opinião neste domingo.


Chefe do Fundo Monetário Internacional, Strauss-Kahn, que ainda não confirmou se vai concorrer, teria 23 por cento dos votos no primeiro turno contra 17 por cento para a líder da extrema-direita Marine Le Pen e 16 por cento para Sarkozy, de acordo com a pesquisa LH2.


Com baixos índices de aprovação, Sarkozy não disse se vai concorrer à reeleição, embora seu partido e o primeiro-ministro François Fillon afirmem que ele seria uma escolha natural.


A pesquisa foi realizada por telefone em 6 e 7 de maio em uma amostra de 970 pessoas com idade acima de 18 anos.

sábado, 7 de maio de 2011

O ministro do Rock de Cristina Kirchner

Os políticos mundiais não param de me surpreender. Agora é a vez do Ministro da Economia da Argentina e pré-candidato à prefeitura de Buenos Aires, Amado Boudou. O vídeo abaixo é oficial e está no site dele. Mostra Amado cantando e tocando (e muito entusiasmado) com a banda argentina La Macha de Rolando.

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Michelle Obama dançando Beyoncé

Este blog está empenhado na função de difundir o talento para a dança das celebridades políticas mundiais. Agora é a vez da primeira-dama dos EUA.
Nota 9.

terça-feira, 3 de maio de 2011

Alan García, João Paulo II e Bin Laden

O ainda presidente do Peru, Alan García, afirmou na segunda-feira que a morte de Osama Bin Laden é "o primeiro milagre" do Papa João Paulo II, que foi beatificado no domingo anterior.


Ao comentar o anúncio da morte do líder da Al-Qaeda, García afirmou à imprensa, segundo a Agência EFE: "Quero expressar a minha felicidade, o meu contentamento, pelo que significa a beatificação de João Paulo II e dizer que o seu primeiro milagre foi extirpar da terra a encarnação demoníaca do crime, do mal e do ódio".


O dirigente peruano considerou uma grande notícia a eliminação de Bin Laden e afirmou que isso deve satisfazer também Barack Obama. García manifestou ainda a esperança de que, "com a queda do seu líder e talvez dos seus principais dirigentes, este grupo (a Al-Qaeda) perca toda a importância".


Alan García calado é um poeta, parafraseando Romário. Conseguiu superar o caso do Hugo Chávez e a eliminação da vida em Marte por obra do capitalismo.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Bin Laden nunca morrerá

O desaparecimento de uma figura mundial como Osama bin Laden não poderia se dar de forma mais equivocada. Diferente de Saddam Hussein, cujo enforcamento foi até gravado, a suposta morte do líder da Al Qaeda é uma incógnita.

Pode ser teoria da conspiração achar que tudo não passa de uma farsa, assim como a chegada dos americanos à Lua ou a morte de Elvis, mas a morte de Osama é cercada de mistérios.

O primeiro ponto é que, assim como aconteceu com Saddam, penso que o corpo de uma figura como ele seria reivindicado com todas as forças pelo governo dos Estados Unidos para exibi-lo como um troféu.

O segundo ponto bate em muitas informações desencontradas sobre o destino do corpo do terrorista. Dizem que ele foi levado para o Afeganistão, onde foi preparado e jogado ao mar, como manda a tradição (?). Sobre este argumento, duas dúvidas principais: 1) que tradição é essa? 2) cadê o mar do Afeganistão?

Sem um prova concreta – foto ou vídeo do corpo – a morte de Osama será sempre uma dúvida. Ainda mais vindo de um governo sobre o qual recaem todas as suspeitas possíveis. Um exame de DNA pode ser forjado com certa facilidade. Uma foto ou um vídeo não (se bem que na história da Luz... enfim!).


domingo, 1 de maio de 2011

João Paulo II beato

O papa João Paulo II foi beatificado neste domingo na Cidade do Vaticano em uma cerimônia estranha aos olhos de quem não conhece as tradições desses ritos da Igreja Católica. A parte mais bizarra foi exibir o caixão com o corpo do pontífice morto há poucos anos.

Fora essas questões, a beatificação de João Paulo II é o resultado de um papado longo e marcado pela boa relação e empatia até com aqueles que não são seguidores do catolicismo. O papa peregrino, como ficou conhecido, foi uma figura simpática e querida por milhões de pessoas ao redor do mundo.

E ele sabia muito bem como manter esta imagem, a fim de reaproximar as pessoas da Igreja Católica. Em cada terra que pisava, beijava o chão. Além disso, sempre buscava ações que poderiam ser chapadas de “populistas” pelos críticos. Exemplo foi no Rio Grande do Sul, onde depois que a multidão gritou por muito tempo “ucho, ucho, ucho, o Papa é gaúcho”, ele repetiu a frase, para delírio geral da multidão.

A beatificação é o passo anterior para a canonização, quando a figura se torna santo. Para isso, é preciso que milagres sejam comprovados. Na conta do Papa já existe um feito assim “comprovado”: o caso de uma freira francesa que teria sido curada do mal de Parkinson dois meses após a morte de João Paulo II.

Vendo esse circo todo que é armado para eventos como esse, lembro uma questão que ouço em casa desde criança: “Desde quando o homem pode tornar alguém santo? Quem torna alguém santo ou não é Deus”. Sem tirar os méritos do ex-papa, vale pensar.